política

Alemanha anuncia confinamento rígido depois de alta nos casos de covid-19

114views

A Alemanha anunciou nesta 3ª feira (23.mar.2021) novas medidas de confinamento nas áreas mais afetadas pela pandemia. A decisão foi tomada depois de uma reunião da chanceler Angela Merkel com os governadores de 16 Estados.

O país terá um confinamento rígido de 5 dias durante a Semana Santa, na qual a maioria dos comércios ficarão fechados e os serviços religiosos serão cancelados. No dia 3 de abril, só lojas de comida permanecerão abertas. As restrições que já se encontram em vigor devem permanecer válidas até, no mínimo, 18 de abril.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

A taxa de contágio pelo coronavírus quase dobrou no último mês na Alemanha, depois do relaxamento das restrições adotadas em dezembro. O afrouxamento das medidas de isolamento social começou no fim de fevereiro com a permissão à reabertura parcial de lojas não essenciais e também de hotéis, restaurantes e academias, bem como espaços culturais.

Segundo Merkel, além do aumento do número de casos, também pesou para a decisão de restabelecer o confinamento mais rígido a preocupação com a transmissão da variante britânica do coronavírus.

Com a antecipação do feriado da Páscoa, o governo alemão tornou obrigatório que viajantes façam testes de covid ao retornar à Alemanha, e recomendou que a população não viaje para outros países.

O instituto Robert Koch, agência de vigilância sanitária do país, informou na 2ª feira (22.mar) que a média móvel nacional de casos diários aumentou para 107,3 por 100 mil habitantes, depois de ter caído para 56,8 em 19 de fevereiro. Dos 16 Estados do país, 10 estão acima de 100 casos por 100 mil habitantes, o que permite a adoção de medidas mais rígidas.

Segundo o monitor Worldometer até as 22h30 da 2ª feira (22.mar), a Alemanha registrava 898 mortes por milhão de habitantes, totalizando 75.418 mortes.

A Itália e a França também apertaram suas medidas de restrição na semana passada, em meio à lentidão dos programas de vacinação dos países da União Europeia. Até 6ª feira (19.mar), 8,5% da população do bloco havia sido imunizada.

Continuar lendo

Poder360