tecnologia

Amazon cancela RPG online baseado em ‘O Senhor dos Anéis’

57views

Péssima notícia para os fãs de ‘O Senhor dos Anéis’: os estúdios de games da Amazon cancelaram um RPG online baseado na franquia. O game, que tinha sido anunciado em 2019, estava previsto para PCs e consoles e seria free-to-play, ou seja, gratuito com microtransações.

A notícia do cancelamento foi dada pelo jornalista Jason Schreier, da Bloomberg. Quando anunciado, o projeto estava sendo desenvolvido pela Amazon Game Studios em parceria com a Athlon Games. A ideia era criar um RPG online que se passaria antes dos eventos retratados nos livros e filmes da saga ‘O Senhor dos Anéis’, explorando terras, pessoas e criaturas desconhecidas de fãs do universo Tolkien.

publicidade

Anel símbolo do filme "O Senhor dos Anéis"
Amazon cancelou jogo baseado em O Senhor dos Anéis/Elentaris Photo/Shutterstock

Mas as coisas não saíram como o planejado, e, com um conflito recente entre Amazon e Tencent, o game acabou tendo a produção encerrada. O problema, segundo o The Verge, é que o conglomerado chinês da Tencent adquiriu a Leyou, dona da Athlon Games, em dezembro, dificultando a continuidade do desenvolvimento.

‘O Senhor dos Anéis’ é mais um para a lista de fracassos da Amazon

A Amazon tenta desde 2014 conquistar espaço no mundo dos games, mas não consegue. O Amazon Game Studios vai completar 7 anos de vida sem ter lançado um jogo sequer – ou, ao menos, um jogo bem sucedido.

A Amazon chegou a lançar em 2019 um game baseado em “The Grand Tour”, mas a recepção da crítica e do público foi péssima, o que fez com que o jogo fosse removido de lojas digitais. Além dele, uma série de outros projetos tiveram desenvolvimento interrompido: “Crucible” chegou a ser disponibilizado em março de 2020 em versão de testes, mas os servidores foram desativados seis meses depois sem deixar muita saudade.

Apesar dos tropeços, a Amazon garante que segue comprometida a se tornar uma gigante dos games: o próximo CEO da empresa, Andy Jassy, reforçou em e-mail enviado a funcionários que, apesar dos desafios enfrentados pela equipe, a Amazon continua apostando em jogos.

Via: Bloomberg

Fonte: Olhar Digital