política

Brasil tem 758 mortes e 41.350 casos de covid-19 em 24 horas

31views

O Brasil registrou mais 41.350 casos de covid-19 em 24 horas, e o número total de infectados pelo coronavírus chegou a 3.846.153. Os dados foram computados até as 19h30 deste sábado (29.ago.2020) pelo Ministério da Saúde.

Foram notificadas 758 mortes desde o dia anterior. O total subiu para 120.262.

O Ministério da Saúde estima que 3 milhões de pessoas que contraíram a doença já se recuperaram. Outras 719 mil estão em acompanhamento.

O Brasil é o 2º país do mundo com mais mortes e mais casos de covid-19. Só os Estados Unidos, com 6,13 milhões de infectados e 186,7 mil mortes, têm números maiores.

<![CDATA[
.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;}.mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px
7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}
]]>

MORTES

Das 758 mortes notificadas em 24 horas, 262 ocorreram nos últimos 3 dias. O Ministério da Saúde ainda não divulga diariamente as mortes por data de ocorrência, conforme anunciado na 1ª quinzena de junho pelo ministro interino Eduardo Pazuello.

Há outras 2.662 mortes em investigação para determinar se a causa foi o novo coronavírus.

MÉDIA DE CASOS E MORTES

Os 2 gráficos a seguir mostram o número de mortes e de novos casos diários, mas também a média móvel dos últimos 7 dias. A curva matiza eventuais variações abruptas, sobretudo porque nos fins de semana há sempre menos casos relatados.

A média de mortes está no menor patamar desde 21 de maio.

Continuar lendo

Poder360