ciência

Brasileiro tem 3 obras entre finalistas de concurso de nanoarte; confira

21views
Brasileiro tem 3 obras entre finalistas de concurso de nanoarte. Saiba como votar (Foto: Ricardo Tranquilin)
Big Ones Little Ones: o material apresentado nesta imagem é o tungstato de zinco. (Foto: Ricardo Tranquilin)

Três imagens produzidas por um pesquisador brasileiro foram selecionadas como finalistas do concurso NanoArtography 2020, promovido pelo A. J. Nanomaterials Institute da Drexel University, dos Estados Unidos.

Intituladas Big Ones Little Ones, Star Fruit e Perfect Balance, as obras são de autoria de Ricardo Tranquilin, integrante do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da Fapesp sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Brasileiro tem 3 obras entre finalistas de concurso de nanoarte. O material apresentado nesta imagem é trióxido de tungstênio. (Foto: Ricardo Tranquilin)
Star Fruit: O material apresentado nesta imagem é trióxido de tungstênio. (Foto: Ricardo Tranquilin)

As imagens vencedoras serão escolhidas por meio de votação popular, disponível na página do Facebook da competição até 13 de novembro de 2020.

Intitulado “Nature’s Beauty at the Small Scale”, o concurso visa promover uma competição entre imagens que combinam nanociência e arte. Tranquilin já teve imagens premiadas em edições anteriores.

A nanoarte é uma expressão artística recente, surgida com a nanotecnologia, integrando ciência e arte. As imagens nanométricas captadas dos materiais pesquisados são ampliadas e colorizadas em computador com os propósitos de revelar a beleza das formas de um universo invisível a olho nu e de popularizar e estimular a curiosidade científica.

Brasileiro tem 3 obras entre finalistas de concurso de nanoarte. O material apresentado nesta imagem é uma mistura de óxido de manganês com sódio, níquel e magnésio. (Foto: Ricardo Tranquilin)
Perfect Balance: O material apresentado nesta imagem é uma mistura de óxido de manganês com sódio, níquel e magnésio. (Foto: Ricardo Tranquilin)

*Com informações da Assessoria de Comunicação do CDMF.

Galileu