economia

economiapolítica

Guedes faz romaria pela reforma tributária e indica novos ajustes ao texto

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reuniu-se com representantes de quase 50 companhias e entidades empresariais nesta 6ª feira (16.jul.2021) para defender a reforma tributária. Ele disse que os críticos não entenderam todas as propostas de mudança do IR (Imposto de Renda), mas sinalizou que pode fazer novos ajustes ao texto..mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletterh1{font-family:"Prelo",sans-serif;}.mod-newsletter.full input{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only...
economiapolítica

Antt aprova orçamento da nova Transnordestina em R$ 8,9 bi

A Antt (Agência Nacional de Transportes Terrestres) aprovou nesta 3ª feira (13.jul.2021) o orçamento da nova Transnordestina operada pela Transnordestina S/A. A obra está parada desde 2017 por decisão do TCU (Tribunal de Contas da União), que afirmou à época que o empreendimento tinha grandes chances de não ser finalizado por insuficiência de dados do orçamento da obra. .mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletterh1{font-family:"Prelo",sans-serif;}.mod-newsletter.full input{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar...
economiapolítica

Câmara deve desidratar projeto sobre ICMS de combustíveis

O projeto de lei complementar no qual o governo propõe uniformizar as alíquotas de ICMS  (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre os combustíveis deverá ser votada pelos deputados, mas sem seu trecho principal. Trata-se do PLP (projeto de lei complementar) 16 de 2021 (leia a íntegra, 227 KB), de autoria do Executivo. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse que o projeto deve ser pautado na próxima semana..mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletterh1{font-family:"Prelo",sans-serif;}.mod-newsletter.full input{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input...
economiapolítica

Pacheco avisa senadores que votação da MP da Eletrobras pode ser adiada

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse nesta 4ª feira (16.jun.2021) que pode adiar a votação da MP (Medida Provisória) da capitalização da Eletrobras para esta 5ª feira (17.jun). Até às 17h41 a Mesa da Casa ainda não havia recebido o relatório do projeto, responsabilidade do senador Marcos Rogério (DEM-RO)..mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletterh1{font-family:"Prelo",sans-serif;}.mod-newsletter.full input{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only...
economiapolítica

Caixa vai antecipar pagamentos da 3ª parcela do auxílio emergencial

Definida a prorrogação do auxílio emergencial, o governo também decidiu antecipar os pagamentos da 3ª parcela do benefício. A ideia é depositar o recurso para todos que têm direito ainda neste mês de junho..mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletterh1{font-family:"Prelo",sans-serif;}.mod-newsletter.full input{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full...
economiapolítica

Castro Neves: “Não há inocentes” entre os que disputam o 5G no Brasil

Embaixador em Pequim entre 2004 e 2008 e hoje presidente do CEBC (Conselho Empresarial Brasil-China), o embaixador Luiz Augusto Castro Neves afirma “não haver inocentes” na disputa pelo controle da rede de transmissão de 5G no Brasil. O leilão previsto para julho, em sua opinião, será uma espécie de “vale tudo” entre os concorrentes – todos capazes de capturar dados sensíveis. “Inclusive a chinesa Huawei, que quase chegou a ser vetada pelo governo Jair Bolsonaro de participar da disputa, por influência do governo de Donald Trump, dos Estados Unidos”, afirmou..mod-newsletter.full...
economiapolítica

Extensão do auxílio emergencial deve custar mais R$ 12 bilhões, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta 3ª feira (8.jun.2021) que a extensão do auxílio emergencial deve ser custeada por R$ 12 bilhões de crédito extraordinário (emissão de dívida pública) e R$ 7 bilhões que já estão disponíveis no orçamento do programa..mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletterh1{font-family:"Prelo",sans-serif;}.mod-newsletter.full input{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and...
economiapolítica

Pacheco questiona compromisso do governo com reforma administrativa

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), questionou na tarde desta 2ª feira (31.mai.2021) se o governo federal está comprometido com a aprovação da reforma administrativa. O projeto reduz benefícios do serviço público, mas sem atingir os atuais funcionários. Estariam sujeitos às novas regras apenas os contratados depois de eventual entrada em vigor da proposta. “Há o compromisso do Poder Executivo com a reforma administrativa? Esse é um questionamento que nós precisamos fazer e vamos ter clareza nessa discussão, junto à Casa Civil, à Secretaria de Governo, à própria Presidência...
economiapolítica

Tesouro reduz meta e estima que estoque da dívida pode chegar a R$ 5,8 tri

O Tesouro Nacional revisou para baixo o Plano Anual de Financiamento para a dívida pública federal de 2021, que inclui os débitos do governo no Brasil e no exterior. Agora, o governo passa a estipular uma oscilação de R$ 5,5 trilhões a R$ 5,8 trilhões no estoque ao longo do ano. O intervalo anterior era de R$ 5,6 trilhões a R$ 5,9 trilhões. Segundo o texto, o Brasil passa por um cenário mais favorável para a gestão da dívida do que o estimado na elaboração do plano. Eis a íntegra do...
economiapolítica

Gasto com militares cresce 17% depois de reforma na carreira

O gasto com pessoal militar cresceu 17% mais que o esperado após a reestruturação de carreiras, segundo uma projeção feita pelo Ministério da Defesa. Dados do PEP (Painel Estatístico de Pessoal), do Ministério da Economia, apontam que o aumento nessas despesas foi de R$ 5,55 bilhões em 2020. Segundo informações divulgadas pelo jornal O Globo nesta 2ª feira (24.mai.2021), o valor é maior do que a Defesa previu em 2019, época da reforma no sistema de aposentadorias das Forças Armadas. As mudanças no plano de carreira dos militares incluíram, por exemplo,...
1 2 3 18
Page 1 of 18