entretenimento

Dívida bruta do governo geral vai a 88,8% do PIB em agosto, mostra BC

68views

A dívida bruta dos governos no Brasil avançou de R$ 6,210 trilhões em julho para R$ 6,389 trilhões em agosto, segundo dados do Banco Central (BC). Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), a dívida variou de 86,4% para 88,8%.

Entre os fatores condicionantes, destacaram-se: emissões líquidas de dívida bruta (aumento de 1,8 ponto percentual); incorporação de juros nominais (aumento de 0,4 ponto); efeito da desvalorização cambial (aumento de 0,3 ponto).

A dívida líquida do setor público não financeiro, por sua vez, saiu de R$ 4,322 trilhões em julho, ou 60,1% do PIB, para R$ 4,367 trilhões um mês depois, ou 60,7% do PIB.

De acordo com o BC, a dívida líquida subiu 5 pontos percentuais no ano. De um lado, como fatores altistas atuaram o deficit primário (7,9 pontos), as despesas com juros (3 pontos) e a queda do PIB nominal (0,5 ponto); do lado baixista, o ajuste cambial teve impacto de 5,4 pontos, e outros ajustes da dívida externa, 0,9 ponto.

Os dados levam em conta União, Estados, municípios e empresas estatais, com exceção daquelas dos grupos Petrobras e Eletrobras. Os bancos estatais também não entram na conta, pois as estatísticas se referem ao setor público não financeiro.

Fonte: Valor Econômico