política

Entidades e associações lamentam a morte de Bruno Covas

145views

Entidades e associações brasileiras se manifestaram neste domingo (16.mai.2021) sobre a morte do prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). Ele tinha 41 anos e morreu em decorrência de um câncer para o qual fazia tratamento desde 2019.

Entre as entidades que se manifestaram em solidariedade à família de Covas estão a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), o Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e a Federação Paulista de Futebol. Os principais clubes do Estado de São Paulo também lamentaram a morte do prefeito, incluindo o Santos F.C., time para o qual Covas torcia. O prefeito será enterrado na cidade de Santos.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp, afirmou em nota que a morte de Covas representa a perda de “um jovem talento da política brasileira“. Ele também se solidarizou com a família e lembrou do avô do prefeito, Mario Covas, ex-governador de São Paulo, que também morreu por causa de um câncer, em 2001.

Assim como seu avô, o governador Mario Covas, lutou bravamente pela vida e honrou o mandato que recebeu do povo paulistano até o final, sempre com altivez“, disse Skaf. “Fica o exemplo de transparência e garra com que enfrentou a doença, além do espírito público com o qual serviu a sociedade nos vários cargos que ocupou em sua breve e produtiva trajetória.

O presidente da Conib (Confederação Israelita do Brasil), Claudio Lottenberg, também se manifestou por nota. Ele afirmou que a comunidade judaica lamenta “profundamente” a morte. “Covas se foi muito jovem, mas lembraremos sempre dele como um líder humanista e comprometido com valores partilhados também por nossa comunidade“.

A Apamagis (Associação Paulista dos Magistrados) lamentou a morte precoce do político, que se dedicou aos brasileiros “até os últimos minutos de sua vida“. E completou: “Apesar da partida precoce, que traz consternação, o prefeito deixa um legado nobre e honrado, motivo de admiração para todos os paulistanos e seus conterrâneos santistas.

Outra associação que exaltou a dedicação ao trabalho de Covas foi a Adpesp (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo). “Ele, que lutava contra o câncer desde 2019, encarou a doença com coragem e em nenhum momento deixou de lutar e ter fé“, disse em nota.

A Adpesp afirmou ainda que o nome de Covas irá “figurar para sempre entre os grandes nomes da história de São Paulo e do Brasil.

Abraham Szajman, presidente da FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), lamentou a morte por meio de nota. Ele se solidarizou com a família e exaltou a gestão de Covas na Prefeitura. “[Ele] Sempre foi sensível às demandas dos empresários e da população, principalmente durante a crise de covid-19, a partir do ano passado.

A Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) agradeceu a dedicação do prefeito e afirmou que ele é “um exemplo a ser seguido por todos os brasileiros“.

A FPF (Federação Paulista de Futebol) também se manifestou neste domingo (16.mai). A federação decretou luto oficial de 3 dias pela morte do prefeito, “um grande apaixonado pelo futebol“. Clubes paulistas também se manifestaram, inclusive o time pelo qual Covas torcia, o Santos.

O prefeito costumava assistir aos jogos do clube de sua cidade natal com o filho Tomás. O Santos publicou em seu Twitter uma homenagem a Covas:

Outros times também se solidarizaram pelas redes sociais, leia:

São Paulo F.C.:

Corinthians:

Palmeiras:

Flamengo:

Continuar lendo

Poder360