tecnologia

Facebook exclui quase 40 milhões de posts de páginas gerenciadas no mLabs

58views

A plataforma de gestão de mídias sociais, mLabs, diz que o Facebook excluiu 39 milhões de publicações de mais de 332 mil contas vinculadas ao serviço sem nenhum tipo de aviso prévio nesta sexta-feira (11). Também foram desativadas as páginas oficiais da mLabs no Facebook e no Instagram, bem como perfis profissionais da empresa.
O grupo Stone.Co, responsável pelo Mlabs, disse que “fomos surpreendidos com inesperada ação do Facebook que, sem aviso ou advertência prévia decidiu, de forma abrupta e deliberada, por ocultar as postagens realizadas por intermédio da nossa plataforma das Fan Pages de mais de 330 mil empreendedores”.

publicidade

Facebook e a mLabs

“A rede social desativou o APP de desenvolvedor da mLabs – homologado há mais de 6 anos pela própria rede social – as páginas comerciais da mLabs no Facebook e Instagram, bem como sua comunidade fechada (grupo no Facebook) e os perfis dos fundadores e administradores da integração do APP mLabs com a rede social”, completa ainda o comunicado.

Leia mais!

A mLabs disse que consultou o Facebook sobre as remoções, mas não obteve resposta. A empresa garante que sempre teve autorização do Facebook para prestar o serviço. A rede social não fazia cobranças da plataforma de gerenciamento.

Em nota, o Facebook disse que “a mLabs estava envolvida em coleta não autorizada de dados e de credenciais de usuários, o que são violações dos termos de uso do Facebook e do Instagram. Suspendemos o acesso da mLabs aos nossos serviços e enviamos uma notificação extrajudicial a eles sobre o ocorrido”.

Já a mLabs disse que “acreditamos no poder das mídias sociais e na democratização do acesso a esses canais. Trabalhamos para isso desde o nascimento da mLabs, oferecendo uma plataforma facilitadora e acessível a todos (profissionais e empreendedores) e nos comprometemos a continuar lutando para garantir o direto a todos de terem seus conteúdos preservados e não violados de forma arbitrária pela rede social”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=2QM-g0ib1E4?feature=oembed&w=500&h=281]

Fonte: Olhar Digital