entretenimento

Governador do RJ rebate acusações de Freixo sobre covid e diz para deputado “ir trabalhar”

69views

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, começou o domingo de Páscoa rebatendo acusações do deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) sobre a responsabilidade do presidente Jair Bolsonaro e do governador em relação às mortes em função da pandemia de covid-19 em publicações no Twitter. Castro acusou Freixo de covarde e de “fazer politicagem com a dor das famílias que perderam seus entes para a pandemia”. “Vá trabalhar, saia da internet e faça alguma coisa de útil pelo seu estado”, afirmou ele.

Na rede social, Castro citou que foram abertos quase 600 leitos em 15 dias e defendeu que o estado faz “a maior logística do país na distribuição das vacinas” e que está “auxiliando os mais pobres na luta contra a fome e o desemprego”. O governador mencionou ainda a prisão de milicianos – “nunca se prendeu tantos milicianos como hoje” –e a situação fiscal do Rio de Janeiro – “conseguimos colocar as contas do Estado em dia” – e disse que o estado está “melhores números da segurança pública da história.”

“Freixo, negue que: abrimos quase 600 leitos em menos de 15 dias; fazemos a maior logística do país na distribuição das vacinas; pacificamos a política no Estado; estamos auxiliando os mais pobres na luta contra a fome e o desemprego”, afirmou o governador no Twitter.

A publicação de Castro ocorre um dia depois de o Rio de Janeiro bater novos recordes de mortes pelo coronavírus. Foram registrados 411 óbitos pela doença em todo o estado em 24 horas. Foi o segundo recorde de mortes em três dias. O número corresponde a uma morte a cada três minutos e meio.

Numa acusação mais direta, o governador do Rio mandou Freixo “ir trabalhar”. “Deixe de ser covarde e pare de fazer politicagem com a dor das famílias que perderam seus entes para a pandemia. Vá trabalhar, saia da internet e faça alguma coisa de útil pelo seu estado”, disse.

1 de 1
Cláudio Castro, governador em exercício do RJ — Foto: Divulgação/Governo do RJ

Cláudio Castro, governador em exercício do RJ — Foto: Divulgação/Governo do RJ

Fonte: Valor Econômico