política

Governo libera R$ 153 milhões para abertura de 3.200 leitos de UTI

38views

O Ministério da Saúde autorizou o financiamento de mais 3.201 leitos de UTI (unidade de terapia intensiva) exclusivos para pacientes com covid-19.

A medida consta em portaria publicada nessa 3ª feira (2.mar.2021), em edição extra do Diário Oficial da União, assinada pelo ministro Eduardo Pazuello.

A portaria lista cerca de 150 municípios espalhados em 22 Estados. O valor a ser desembolsado pelo governo federal para custear as internações soma R$ 153,64 milhões, caso todos os municípios façam a solicitação à pasta.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Pela portaria, as solicitações de autorização de leitos, que terão caráter excepcional e temporário, devem ser encaminhadas por meio do Saips (Sistema de Apoio à Implementação de Políticas em Saúde), disponível no endereço eletrônico www.saips.saude.gov.br, Os municípios atendidos devem assegurar a existência de um respirador por leito, equipamentos e recursos humanos necessários para as internações.

Até dezembro, o Ministério da Saúde financiava cerca de 60% dos leitos de UTI em todo o país, mas esse número caiu para cerca de 15% neste ano por causa do fim da vigência do estado de calamidade pública, que permitia a transferência de recursos ao Estados além do orçamento regular.

A portaria prevê repasses retroativos à manutenção de leitos de UTI referentes a janeiro e fevereiro, como forma de ressarcir os Estados que, nesses 2 meses de 2021, tiveram de utilizar exclusivamente recursos próprios para abrir novos leitos de UTI.

Em relação a janeiro, a portaria autorizou o financiamento de 1.135 leitos em cidades de 16 Estados com pagamento retroativo de R$ 54,48 milhões por mês. Já em relação a fevereiro, foi autorizado o financiamento de 2.025 leitos adultos e 41 leitos pediátricos em cidades de 22 Estados, com custo total de R$ 99,16 milhões ao mês, totalizando os 3.201 leitos de que trata a portaria.

O número de mortes por covid-19 bateu novo recorde nessa 3ª feira (2.mar), de acordo com o balanço diário do Ministério da Saúde. Ao todo, 1.641 mortes foram notificadas em 24 horas, o maior patamar desde o início da pandemia no país.

O total de mortos pela doença no país está em 257.361 e o número total de infectados chegou a 10,6 milhões de pessoas.


Com informações da Agência Brasil

Continuar lendo

Poder360