entretenimento

Ibovespa tem novo dia de ganhos com trégua na política

56views

O Ibovespa opera em alta nos primeiros negócios, com a trégua no campo político, após jantar e reconciliação entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. No exterior, as bolsas operam de lado de olho da recuperação do presidente americano, Donald Trump, no andamento do pacote de estímulos fiscais e à espera do discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell.

Perto de 10h30, o Ibovespa subia 0,83%, aos 96.890 pontos, um dia após encerrar com ganhos de mais de 2%. O volume financeiro estava em R$ 1,4 bilhão.

1 de 1 — Foto: Regis Filho/Valor

— Foto: Regis Filho/Valor

Após a turbulência da semana passada, certo alívio vem do cenário político desde ontem. As incertezas sobre o rumo das contas públicas, entretanto, ainda permanecem, já que nenhuma proposta efetiva foi apresentada para andamento das reformas e financiamento do programa social Renda Cidadã.

Na segunda-feira, o relator do Orçamento e da PEC do pacto federativo, o senador Márcio Bittar, reforçou o apoio a Guedes e disse que amanhã deve ser apresentada uma proposta ao Renda Cidadã. E, após o fechamento, Guedes e Maia se reuniram em jantar.

Eles trocaram elogios e reforçaram o compromisso com o teto de gastos e com o equilíbrio fiscal. “A troca de elogios entre Guedes e Maia após jantar na casa do ministro Bruno Dantas, além da garantia de que o financiamento do Renda Cidadã respeitará o teto de gastos, promete aliviar o sentimento nos mercados”, avalia a Guide Investimentos, em relatório.

Nova sessão de ganhos dos contratos futuros do petróleo também devem favorecer as ações da Petrobras, que sozinha representa 9% da carteira do Ibovespa. O contrato do Brent para dezembro chegou a subir 1,6%, a US$ 41,93 o barril, com interrupções de produção na Noruega e riscos da temporada de furacões nos Estados Unidos, o que também contribui para uma redução na oferta da commodity.

Nos Estados Unidos, Donald Trump deixou o hospital ontem a noite e, às 11h40, o presidente do Fed, Jerome Powell, participa de evento, onde deve reforçar o apelo por mais estímulos fiscais.

Fonte: Valor Econômico