ciência

Infecção no dente teria causado a morte de uma mulher há 5 mil anos

32views
Cientistas desvendam mistério milenar sobre a morte da Senhora de Bietikow (Foto: Philipp Roskoschinski/Archaeros)
Cientistas desvendam mistério milenar sobre a morte da Senhora de Bietikow (Foto: Philipp Roskoschinski/Archaeros)

Cientistas descobriram a provável causa de um mistério milenar: a morte de uma mulher conhecida como Senhora de Bietikow, que viveu há 5 mil anos. Segundo os pesquisadores, ela veio a óbito por uma infecção dentária. A partir das análises do esqueleto, encontrado em maio de 2020 em Uckermark, no nordeste da Alemanha, também foi possível desvendar a dieta desses povos antigos.

A mulher tinha entre 30 e 45 anos de idade quando faleceu e foi enterrada em posição agachada — uma das formas mais antigas de sepultamento. Segundo os pesquisadores, a alimentação rica em grãos pode ter desgastado sua arcada dentária e promovido uma infecção.

Em entrevista ao site britânico Daily Mail, a antropóloga Bettina Jungklaus descreve os dentes do esqueleto como “severamente erodidos e ausentes em alguns lugares”. O esmalte, por exemplo, é percebido como “muito gasto, mastigado”.

Segundo Jungklaus, na época em a mulher estava viva os humanos estavam mudando de uma alimentação baseada em carne para uma baseada em grãos, já que eles podiam ser armazenados por mais tempo que a proteína animal. Assim, o ranger repetitivo não só desgastou o esmalte dos dentes como os destruiu.

Pesquisadores descobrem a causa da morte de uma mulher que viveu há 5 mil anos (Foto: Philipp Roskoschinski/Archaeros-Archaeological Advice and Project Execution )
Pesquisadores descobrem a causa da morte de uma mulher que viveu há 5 mil anos (Foto: Philipp Roskoschinski/Archaeros-Archaeological Advice and Project Execution )

Acredita-se que esse esqueleto seja da mesma época do que Ötzi, o conhecido “homem de gelo”, descoberto em 1991 por dois peregrinos na fronteira entre a Áustria e a Itália. Mesmo que sua preservação não esteja tão boa quanto a de Ötzi, já é possível analisar os hábitos alimentares da Senhora de Bietikow. Mas outros estudos estão sendo conduzidos a fim de determinar se ela nasceu ou migrou para a região onde foi encontrada.

Galileu