tecnologia

iPhone 12 deve usar baterias mais baratas por causa dos custos do 5G

87views
O 5G terá seu custo nos próximos iPhones, e o resultado poderá ser sentido na bateria. O analista Ming-Chi Kuo, famoso pelo seu conhecimento dos meandros dos fornecedores da Apple e, consequentemente dos produtos planejados pela empresa, aponta que a companhia deve adotar uma tecnologia de bateria mais barata para reduzir custos de produção.

O analista informou aos investidores da TF Securities, que a empresa deve reduzir o número de camadas que compõem a bateria e concentrar os componentes em uma área menor. A economia nos custos com a bateria seria notável, ficando entre 40% e 50% mais barata no iPhone 12.

Com o iPhone “12s”, em 2021, a empresa ainda deve economizar ainda mais trocando completamente a arquitetura das baterias para um design flexível, que pode reduzir entre 30% e 40% os custos com a bateria do iPhone 12.

Pelas estimativas de Kuo, os ajustes necessários para tornar o iPhone compatível com o 5G não são baratos, então a Apple precisa cortar custos de onde pode para não reduzir suas margens ou não precisar cobrar ainda mais caro pelos seus iPhones. As peças necessárias para a adaptação às frequências sub-6 (abaixo de 6 GHz) devem custar entre US$ 75 e US$ 85 por iPhone, mas os aparelhos também precisarão se adequar às ondas milimétricas (acima de 20 GHz), e isso custará entre US$ 125 e US$ 135.

Não se sabe se a redução no custo da bateria será suficiente para abater os valores necessários para o 5G, mas existem rumores de que a empresa pode não incluir fones de ouvido ou carregadores na caixa, o que pode ajudar a minimizar o impacto.

Também não se sabe se a adoção de uma tecnologia de bateria diferente e mais barata terá impacto no desempenho do componente. Documentos de órgãos regulatórios da Coreia do Sul para certificação do aparelho indicam que as baterias do iPhone 12 devem ter capacidade inferior às do iPhone 11, mas isso não significa, necessariamente, um desempenho inferior se o aparelho como um todo for mais econômico no consumo de energia.

Neste ano, a Apple já confirmou que o iPhone 12 chegará ao mercado um pouco mais tarde que o normal, apenas em outubro. Não se sabe se a empresa pretende manter o seu tradicional evento de apresentação em setembro, mas é provável que sim. Isso porque, recentemente, o canal do YouTube da Apple agendou uma transmissão teste para o dia 10 de setembro que rapidamente foi removida. A interpretação comum é de que a companhia, por acidente, revelou a data do evento.

iPhone iphone 11 iPhone 11 Pro iPhone 11 Pro Max iphone 12 iPhone 12 pro iPhone 12 pro max

Fonte: Olhar Digital