entretenimento

Kit covid não tem indicação para tratar doença, afirma Teich na CPI

40views

Os senadores da base governista na CPI da Pandemia fizeram uma série de questionamentos ao ex-ministro Nelson Teich para induzi-lo a, de alguma forma, defender o uso de medicamentos sem comprovação científica no combate à covid-19, como a cloroquina, que virou uma bandeira do presidente Jair Bolsonaro.

Mas não funcionou. Perguntado pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO) sobre sua visão sobre o “kit covid”, Teich foi direito: “Não tem indicação para covid. São medicamentos que não funcionam”.

1 de 1 — Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

— Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Rogério tentou ainda constranger Teich, questionando se médicos que recomendam cloroquina cometem crime ou lhes falta ética – colocando o ex-ministro na posição de criticar colegas. “Acredito que eles, com a informação que temos hoje, é difícil eu julgar em relação a crime. Em relação à parte ética, acreditam no que está fazendo, mas a prescrição é inadequada.”

Antes, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) tentou emplacar a tese de que a comunidade médica está “muito dividida” sobre o uso de medicamentos sem comprovação científica e seria preciso respeitar a “autonomia” de cada profissional de saúde. Teich não embarcou.

“Se você for usar tudo que você acha que vai funcionar para todo mundo, você vai causar um mal enorme. Existe uma qualidade metodológica e técnica que tem de ser seguida. Minha indicação do remédio depende de ter comprovação de funcionamento. Autonomia médica assume que todo médico tem conhecimento máximo sobre o que faz. Se isso não é verdade, quando você permite que se use de forma adequada os recursos, isso prejudica a sociedade”, afirmou o ex-ministro.

Fonte: Valor Econômico