política

Ministros de Bolsonaro compartilham vídeo com críticas à mídia

49views

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, usou o Twitter neste sábado (15.ago.2020) para compartilhar 1 vídeo com conteúdo que enaltece a gestão do presidente Jair Bolsonaro e acusa a mídia de usar os efeitos da pandemia para fins políticos.

Com locução profissional, o filme mostra o momento em que Adélio Bispo atingiu Bolsonaro com uma faca enquanto o então candidato cumpria agenda de campanha, em 2018.

Sempre soubemos que eles tentariam de tudo para nos parar. Mas brasileiro sabe como é, né? Acredita, mesmo quando ninguém acredita. Luta, mesmo quando não se tem força. Porque a grande verdade é que nos tornamos especialistas em não desistir“, diz o locutor.

Ao fim do filme, a narração critica a cobertura jornalística sobre o atual governo. “Sabemos que notícia boa nunca será divulgada porque não é do interesse deles que você seja livre”, diz o locutor enquanto 2 apresentadores do Jornal Nacional, da TV Globo, são mostrados com os rostos desfocados.

Assista ao vídeo:

Em seguida, acusa a mídia de aproveitar-se da pandemia para atacar Bolsonaro. “Vão continuar se aproveitando dessa crise para buscar seus próprios interesses porque desgraça é matéria-prima dos maus e infelizmente não vão parar. Felizmente nós também não“, conclui.

<![CDATA[
.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;}.mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}
]]>
Segundo a pasta, o filme não faz parte de uma ação publicitária. Teria sido produzido por 1 apoiador do presidente que o enviou a Faria.

Os ministros Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), Damares Alves (Família, Mulher e Direitos Humanos) e Onyx Lorenzoni (Cidadania), além dos deputados Eduardo Bolsonaro e Carla Zambelli, também compartilharam a peça com a hashtag #AcrediteNoBrasil.

Continuar lendo

Poder360