tecnologia

PayPal libera pagamentos com criptomoedas em compras nos EUA

185views

A partir desta terça-feira (30), a carteira digital PayPal vai aceitar pagamentos com criptomoedas em compras nos Estados Unidos. O novo recurso “Checkout with Crypto” vai converter o saldo em moedas fiduciárias para dólares, sem qualquer taxa adicional, e deverá estimular o uso de ativos digitais para as 377 milhões de contas ativas na plataforma.

O anúncio configura mais um avanço da empresa para adaptar-se aos novos meios de pagamento digitais. Em outubro do ano passado, a PayPal já havia liberado sua plataforma para compra e venda de criptomoedas. Inclusive, a companhia admitiu que as compras com moedas digitais está em funcionamento desde o fim de 2020. Em breve, o recurso estará disponível para todos os seus 29 milhões de comerciantes filiados.

publicidade

“Permitir que as criptomoedas façam compras em empresas ao redor do mundo é o próximo capítulo para impulsionar a onipresença e a aceitação em massa das moedas digitais”, disse em nota, o presidente e CEO da PayPal, Dan Schulman.

Novo recurso para pagamentos com criptomoedas do PayPal
Disponível desde o fim de 2020, recurso foi anunciado nesta terça-feira (30). Foto: PayPal/Divulgação

Ao realizar uma compra pela carteira do PayPal, o usuário verá a opção “Checkout with Crypto” no momento de selecionar o meio de pagamento. Caso o cliente tenha saldo suficiente em bitcoin, ethereum, bitcoin cash ou litecoin para realizar a compra, basta escolher a opção para que a conversão das moedas digitais em dólares seja feita automaticamente.

A boa notícia é que todo o processo é feito com criptografia e o pagamento com criptomoedas pela plataforma do PayPal inclui proteção contra fraudes 24 horas por dia, além de frete de devolução e respaldo nas compras.

Leia mais:

Tendência

Com o sucesso das criptomoedas e a expectativa de um cenário positivo para as moedas digitais em 2021, as empresas se movimentam para integrar os ativos digitais em suas operações.

Além do anúncio do PayPal, a Visa anunciou, na última segunda-feira (29), que vai utilizar a criptomoeda USDC para liquidar transações na Ethereum. A rival Mastercard, por sua vez, deverá liberar pagamentos em moedas digitais ainda este ano.

E o mesmo caminho tende a ser traçado por outras companhias. Isso porque a não adaptação aos novos meios de pagamento pode provocar uma migração em massa dos comerciantes para empresas mais atualizadas.

“Comerciantes que não investem na habilitação de novos modos de pagamentos digitais correm o risco de ficar para trás”, apontou Juan D’Antiochia, gerente Geral da Worldpay from FIS para a América Latina.

Fonte: Reuters

Fonte: Olhar Digital