entretenimento

Petrobras já recebeu ofertas vinculantes por refinaria no Amazonas, diz CEO

38views

A Petrobras já recebeu as ofertas vinculantes para a venda da Refinaria Isaac Sabbá, a Reman, no Estado do Amazonas, afirmou o presidente da petroleira, Roberto Castello Branco, durante conferência com analistas nesta quinta, sobre os resultados do terceiro trimestre, divulgados na véspera.

O executivo acrescentou que espera começar a receber as ofertas vinculantes para a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, em dezembro. A companhia também já está em fase final de negociação para a venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia, com o fundo de Abu Dhabi, Mubadala.

Após a conclusão das negociações com o fundo, no entanto, há ainda possibilidade de ocorrer uma nova rodada de propostas vinculantes com os participantes classificados para essa fase, a depender dos termos dos contratos negociados.

A Petrobras atualmente conduz um processo para vender nove refinarias, que correspondem a cerca de metade de sua capacidade de processamento. As vendas são a principal aposta da petroleira para alcançar a meta de desinvestimentos de US$ 20 a US$ 30 bilhões entre 2020 e 2024.

Venda da Liquigás

A Petrobras espera receber autorização do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para a venda da Liquigás em novembro, afirmou o presidente da petroleira.

A estatal fechou a venda de sua participação na companhia ao consórcio formado por Copagaz, Itaúsa e Nacional Gás Butano em novembro de 2019, por R$ 3,7 bilhões. A venda faz parte do plano de desinvestimentos da estatal, que tem como objetivo levantar de US$ 20 a US$ 30 bilhões entre 2020 e 2024.

A Liquigás é a segunda maior distribuidora de gás liquefeito de petróleo (GLP) do mercado brasileiro. No passado, o Grupo Ultra havia tentado comprar a companhia, mas a operação foi barrada pelo Cade.

Fonte: Valor Econômico