entretenimento

PF informa ao Supremo que Salles já está impedido de deixar o país

40views

A Polícia Federal (PF) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles já está formalmente impedido de deixar o país.

Na quinta-feira, a ministra Cármen Lúcia mandou o ex-ministro entregar o passaporte e oficiou a PF para incluí-lo na lista de pessoas proibidas de viajar para fora do Brasil. Salles é alvo de um inquérito no Supremo, de relatoria da ministra, por tentar atrapalhar uma apuração sobre a maior apreensão de madeira ilegal da história. Em outra frente, sob relatoria de Alexandre de Moraes, o ex-ministro é investigado por supostamente favorecer a exportação de madeira ilegal aos Estados Unidos e à Europa.

O coordenador-geral de Polícia de Imigração em exercício, o delegado da PF Hugo Uruguai Bentes Lobato, afirmou ao STF que a ordem já foi cumprida.

“Dando cumprimento à ordem, foi acionado o plantão do edifício sede da PF, ocasião em que foi a restrição inserida no módulo de alertas do Sistema de Tráfego Internacional”, escreveu o delegado.

Salles foi intimado da decisão por meio de seu advogado, Roberto Podval. O oficial de Justiça Federal Renato Macedo relatou ao STF que o fez via WhatsApp por volta das 8h da sexta-feira.

Como Salles pediu demissão na quarta-feira, ele perdeu o foro especial no STF, prerrogativa a que tinha direito por ser ministro de Estado, e seus processos devem ser enviados à primeira instância.

1 de 1
Ricardo Salles — Foto: Jorge William/Agência O Globo

Ricardo Salles — Foto: Jorge William/Agência O Globo

Fonte: Valor Econômico