política

Presidente da CPI da Covid diz que presença de Wajngarten é “imprescindível”

111views

Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM) afirmou a jornalistas que considera “imprescindível” o comparecimento do ex-Secretário Especial de Comunicação Social (Secom) Fábio Wajngarten para prestar depoimento ao colegiado.

Sem acordo nesta quinta-feira, o requerimento para convocação Wajngarten será apresentado no dia 11 de maio, para que ele fale aos senadores nas semanas seguintes.

“Será imprescindível a presença do Fabio e da Pfizer. Por que não compramos os 70 milhões de vacinas? Estamos atrás de soluções. Com certeza ele virá nos próximos dias”, declarou Aziz.

1 de 1 — Foto: Jefferson Rudy/Agência O Globo/Arquivo

— Foto: Jefferson Rudy/Agência O Globo/Arquivo

À revista “Veja”, Wajngarten disse que partiu de Markinho Show, marqueteiro do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, insinuações de que ele tinha interesses pessoais ao tentar viabilizar a aquisição de vacinas da Pfizer.

Segundo o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Wajngarten também será questionado sobre políticas de comunicação sobre isolamento e uso de máscaras, que não foram efetivas.

A próxima semana da CPI será dedicada a ouvir os ex-ministros da Saúde do governo do presidente Jair Bolsonaro. O primeiro a falar à comissão será o ex-ministro Mandetta, que deixou o governo durante a primeira onda da pandemia por discordâncias com o presidente. No mesmo dia, será ouvido Nelson Teich. Na quarta-feira, será a vez de Eduardo Pazuello. Na quinta-feira, a CPI ouvirá Queiroga e Antônio Barra Torres.

Fonte: Valor Econômico