economiapolítica

Rede de lojas TNG entra com pedido de recuperação judicial

78views

A rede de lojas de roupas TNG protocolou na 6ª feira (21.mai) um pedido de recuperação judicial no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo). O motivo foi o fechamento de diversas lojas físicas da marca por causa da pandemia.

Caso o pedido seja aprovado pelo tribunal, o grupo terá até 60 dias para apresentar um plano de recuperação. A empresa foi fundada há 37 anos. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a dívida é de aproximadamente R$250 milhões.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Os pontos de venda físicos ficaram fechados por 150 dias em 2020 e por 50 dias em 2021, por conta das medidas de restrição para prevenção à covid.

“Não nos restou outra opção a não ser buscar uma proteção legal com o intuito de reestabelecer nosso fluxo de caixa para que possamos operar normalmente e preservar empregos, evitando que ações de execução e outras constrições inviabilizem nossa capacidade de operar”, afirmou em comunicado o fundador da TNG e presidente da Ablos (Associação Brasileira dos Lojistas Satélites), Tito Bessa Jr.

Continuar lendo

Poder360